É cada vez maior o número de empresas que recorrem a ferramentas de inteligência para tomar decisões. A razão do aumento da procura por esse tipo de solução não é uma mera tendência de mercado. Tomar decisões baseadas em dados impacta positivamente na redução de custos e no aumento da lucratividade.

Some a isso o fato de que o uso de softwares para gestão de frotas e sistemas inteligentes é hoje muito mais acessível do que já foi no passado. Isso permite que mesmo empresas de médio e pequeno porte tenham acesso a soluções que as permitam ser mais competitivas no mercado.

O que é business intelligence?

Business Intelligence (BI) é o termo utilizado para indicar o uso de dados como suporte para tomada de decisões. Por meio de ferramentas específicas de coleta de informações, os gestores podem isolar variáveis, analisá-las e tomar decisões mais rápidas e com menos chances de erros. Como consequência, aumenta-se a eficiência e a produtividade ao mesmo tempo que se reduz os custos operacionais.

Assim como ocorre em outras áreas, a gestão de frotas também pode se beneficiar consideravelmente do BI. Falamos de um segmento no qual muitas variáveis influenciam na produtividade e nos custos e poder controlá-las de forma individualizada é uma das maneiras de reduzir custos e aumentar a lucratividade.

Decisões baseadas em dados: como aplicar BI na gestão de frotas?

Se nas grandes empresas o uso de dados para a tomada de decisões já é uma realidade há mais tempo, nas pequenas e médias companhias ainda há uma certa desconfiança com relação aos investimentos necessários. No entanto, trata-se de uma possibilidade acessível para empresas de qualquer porte. Para tomar decisões baseadas em dados, observe o seguinte:

1. Identifique o problema

Toda implantação de inteligência deve ter como objetivo a resolução de um problema. Não se trata de simplesmente adotar uma nova ferramenta apenas para burocratizar os processos, mas sim de ter dados suficientes para que seja possível reduzir custos ou aumentar a produtividade. Portanto, parta do princípio de que o software deve resolver um problema na sua empresa.

2. Defina os indicadores

A partir da identificação do problema, é hora de definir quais serão os indicadores avaliados. Sempre há muitas possibilidades quando se trabalha com dados. Para reduzir custos com combustível, por exemplo, pode-se atacar a manutenção dos pneus ou mesmo a forma como os motoristas conduzem. Analise as variáveis e escolha quais delas serão aperfeiçoadas.

3. Defina quais dados são relevantes

Quantidade não é sinônimo de qualidade. Portanto, uma vez que você saiba qual problema quer resolver e tenha definido os indicadores, defina quais dados são relevantes e estabeleça metodologias de coleta. Algumas informações precisarão ser coletadas manualmente, enquanto outras podem ser obtidas de forma automática.

4. Use a tecnologia a seu favor: contrate um software de gestão de frota

Dependendo da quantidade de informações e do número de variáveis a serem analisadas, é praticamente impossível realizar essa operação manualmente. Assim, recorrer a softwares de gestão de frota é o melhor caminho. Além de ter acesso em tempo real às informações, muitos dados coletados são tabulados automaticamente, o que poupa o tempo de operadores e gestores.

As principais vantagens em priorizar decisões baseadas em dados

É importante lembrar que os softwares de gestão são ferramentas auxiliares, que permitem que os gestores tomem decisões a partir dos dados analisados. Não se trata, como muitos podem imaginar, de delegar às máquinas a decisão sobre os rumos da empresa. Trata-se de uma forma colaborativa de trabalho que resulta em diversas vantagens, tais como:

1. Decisões mais assertivas

Quando as decisões se baseiam em dados, diminuem as chances de erro. Muitas vezes, nossas impressões não se confirmam quando colocadas em prática, pois temos visões parciais de uma situação. Os dados nos auxiliam a ter uma visão do todo, reduzindo as chances de falha.

2. Maior clareza no desempenho da empresa

Ter acesso a dados sobre a empresa em tempo real permite que os gestores tomem decisões mais rápidas, mudando os rumos dos negócios, se necessário, antes mesmo do final de períodos específicos. Com mais agilidade, os dados permitem que as empresas se tornem mais competitivas no mercado.

3. Melhoria de processos

Os dados permitem que os gestores identifiquem eventuais falhas em processos e otimizem essas rotinas. Isso torna as empresas mais eficientes do ponto de vista de gestão e resulta em companhias mais enxutas, produtivas e lucrativas. 

4. Prevenção de problemas

Uma empresa que se baseia em dados para tomar decisões costuma ser mais proativa no que diz respeito à prevenção de problemas. Investindo mais em manutenção, diminuem as chances de ocorrerem falhas, o que impacta diretamente também em menos gastos desnecessários.

…..

Tomar decisões baseadas em dados é cada vez mais comum e se a sua empresa ainda não utiliza nenhuma metodologia nesse sentido, então é preciso buscar alternativas. O Frota G oferece diversas soluções em softwares para auxiliá-lo nesses processos, consulte nossos especialistas e descubra como podem auxiliar o seu negócio.